8º Congresso Brasileiro de Metrologia

Melhores medições, mais qualidade, mais confiança!

29 de novembro a 04
de dezembro de 2015

Bento Gonçalves
Rio Grande do Sul - Brasil

II Congresso Brasileiro de Metrologia das Radiações Ionizantes

 

 

A área de metrologia tem um compromisso com a sociedade. É preciso atender a crescente demanda por serviços metrológicos nos mais diferentes segmentos, com cada vez mais qualidade e desenvolvendo pesquisas de alto nível.

As medições na área de radiação devem prover garantias, confiança para o consumidor, de que ele tem o melhor em termos de serviços. Novos e melhores processos e produtos também elevam a competitividade do país, promovendo a melhoria da qualidade de vida das pessoas. A metrologia é fundamental para que sejam mantidos níveis adequados de segurança, de forma a dar suporte a medições que abrangem as áreas de saúde, indústria, meio ambiente, agricultura, geração de energia.

No Brasil, milhões de pessoas são diagnosticadas e tratadas em procedimentos de radioterapia, radiodiagnóstico e medicina nuclear. Por ano, são 63 milhões de exames de radiodiagnóstico, nove milhões de procedimentos em radioterapia, abrangendo 450 mil pacientes ao ano. É fundamental que as doses recebidas pelos pacientes estejam corretas e que equipamentos detectores de radiação realizem medições de forma precisa.

Na indústria, técnicas como a gamagrafia permitem identificar defeitos estruturais em materiais e até mesmo no programa nacional de prospecção de petróleo, a metrologia tem especial importância. A tecnologia nuclear é empregada ainda na esterilização de materiais médico-cirúrgicos e de tecidos biológicos, na irradiação de especiarias, em pesquisas em prol do meio ambiente, no combate a pragas agrícolas e na preservação de documentos e bens do patrimônio histórico e cultural. A geração de energia elétrica nas usinas nucleares também depende fortemente da área de metrologia.

O IRD atua em favor da saúde e da segurança da população e dos trabalhadores expostos às radiações, promovendo a preservação do meio ambiente. É o laboratório designado pelo Inmetro como referência na área de radiações ionizantes, por meio de seu Laboratório Nacional de Metrologia das Radiações Ionizantes. É de sua responsabilidade a realização, manutenção e disseminação das grandezas relacionadas à radiação ionizante no Brasil.

Temas para submissão de trabalhos:
Os trabalhos apresentados no II CBMRI serão organizados de acordo com os seguintes temas:

  • Metrologia em raios X, raios gama, elétrons e partículas carregadas;
  • Metrologia de radionuclídeos;
  • Metrologia de nêutrons;
  • Metrologia e instrumentação em radiações ionizantes;
  • Metrologia nas áreas de saúde, indústria e proteção radiológica;
  • Incerteza, estatística e matemática;
  • Metrologia legal;
  • Saúde e qualidade;
  • Sistemas de gestão;
  • Instrumentação e infraestrutura para laboratórios;
  • Educação em metrologia, normalização e avaliação da conformidade

Comitê Científico:

  • Akira Wahara
  • Ahmed Meghzifene
  • Bernardo Maranhão Dantas
  • Camila Salata
  • Carlos Eduardo de Almeida
  • Carlos Frederico Alvez
  • Carlos Henrique Simões de Souza
  • Carlos José da Silva
  • Daniel da Silva Quaresma
  • Domingos de Oliveira
  • Evaldo Simões da Fonseca
  • Flávio José da Silva Dantas
  • Giovane de Jesus Teixeira
  • Gunter Drexler
  • José Guilherme Pereira Peixoto
  • José Ubiratan Delgado
  • Karla Cristina Souza Patrão
  • Lidia Vasconcellos de Sá
  • Luis Alexandre G. Magalhães
  • Luiz Tauhata
  • Maria Candida Moreira de Almeida
  • Maria da Penha Potiens
  • Maura Julia C. S. Bragança
  • Paulo Cruz
  • Pedro Pacheco Queiroz Filho
  • Renato Di Prinzio
  • Ricardo Amorim Barbosa
  • Ricardo José de Carvalho
  • Silvia Maria Veasques de Oliveira
  • Simone K. Renha
  • Teógenes Augusto da Silva
  • Walsan Wagner Pereira